Warning: strtotime() [function.strtotime]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 35

Warning: date() [function.date]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 43

Warning: strtotime() [function.strtotime]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 35

Warning: date() [function.date]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 43

Corrida por mineração no fundo do mar gera polêmica

Domingo, 19 de Maio de 2013

Fonte: G1

mineracao1

Ideia de explorar metais do leito oceânico vem sendo considerada há décadas (Foto: BBC)

As perspectivas de uma “corrida do ouro” nas profundezas do mar, abrindo um polêmico caminho para a mineração no leito oceânico, estão mais próximas. A ONU recém-publicou seu primeiro plano para o gerenciamento da extração dos chamados “nódulos” – pequenas rochas ricas em minerais – do fundo do mar.

Um estudo técnico promovido pela Autoridade Internacional do Leito Oceânico (ISA, na sigla em inglês), o órgão da ONU que controla a mineração nos oceanos, diz que as companhias interessadas podem pedir licenças a partir de 2016.

A ideia de explorar ouro, cobre, manganês, cobalto e outros metais do leito oceânico foi considerada por décadas, mas só recentemente se tornou factível, por conta do alto preço das commodities e de tecnologias mais modernas.

Especialistas em proteção ambiental vêm advertindo há tempos que a mineração no leito oceânico pode ser altamente destrutiva e poderia ter consequências de longo prazo desastrosas para a vida marinha. O próprio estudo da ONU reconhece que a mineração provocará ‘danos ambientais inevitáveis‘.

Mas o relatório foi divulgado em meio ao que um porta-voz do órgão descreve como ‘um aumento sem precedentes’ no interesse das companhias estatais e privadas.

Divisão de receitas
O número de licenças emitidas para a busca de minerais já chega a 17, com outras sete prestes a serem emitidas e muitas mais em análise. Elas cobrem vastas áreas dos Oceanos Pacífico, Atlântico e Índico.

De acordo com a Convenção da ONU sobre o Direito do Mar, a ISA foi estabelecida para estimular e administrar a mineração do fundo do mar para o benefício mais amplo da humanidade – com uma parcela dos lucros dirigida para os países em desenvolvimento.

Agora o órgão está dando o passo significativo de não só mais simplesmente manejar pedidos para exploração mineral, mas também considerar como licenciar as primeiras operações reais de mineração e como dividir as receitas.

“Estamos à beira de uma nova era de mineração do leito marinho profundo”, disse à BBC o conselheiro legal do ISA, Michael Lodge.

A atração é óbvia. Uma análise do leste do Pacífico – uma área de 5 milhões de quilômetros quadrados conhecida como zona Clarion-Clipperton – concluiu que mais de 27 bilhões de toneladas de nódulos poderiam estar misturadas à areia.

Essas pedras poderiam conter 7 bilhões de toneladas de manganês, 340 milhões de toneladas de níquel, 290 milhões de toneladas de cobre e 78 milhões de toneladas de cobalto – apesar de ainda não se saber o quanto disso é acessível.

mineracao2

ONU tenta avaliar quais empresas têm a capacidade técnica para atividade (Foto: Natural Environment Research Council/BBC)

Operações viáveis
De acordo com o estudo de planejamento, a ISA enfrenta o desafio de tentar garantir que os benefícios da mineração de nódulos cheguem além das próprias companhias e ao mesmo tempo fomentar operações comercialmente viáveis.

O plano se baseia em prover operadores com incentivos para assumir riscos no que poderiam ser investimentos caros sem perder a chance de os países em desenvolvimento receberem uma fatia das receitas.

A ISA tenta agora avaliar que companhias têm capacidade suficiente para desenvolver o trabalho, ainda que nenhuma empresa tenha experiência específica nessa nova modalidade de mineração.

Um fator chave na avaliação da ISA é a necessidade de salvaguardas ambientais, então o documento pede o monitoramento do leito marinho durante qualquer operação de mineração – apesar de os críticos questionarem se a atividade na profundeza dos oceanos pode ser policiada.

Debate
As perspectivas da mineração no fundo do mar já geraram um forte debate entre cientistas marinhos. “Não creio que nós tenhamos a propriedade sobre o oceano profundo, no sentido de que possamos fazer o que quisermos com ele”, afirma Jon Copley, biólogo da Universidade de Southampton e chefe de missão do navio de pesquisas britânico James Cook.

“Em vez disso, nós dividimos a responsabilidade por sua condução”, diz. “Nós não temos um histórico bom em alcançar um balanço em nenhum outro lugar – pense nas florestas tropicais -, então a questão é: ‘Será que conseguiríamos acertar?‘”, questiona.

O também biólogo Paul Tyler, do Centro Nacional Oceanográfico, da Grã-Bretanha, adverte de que espécies únicas podem ser colocadas em risco. “Se você limpa aquela área pela mineração, aqueles animais terão que fazer uma dessas duas coisas: ou se dispersam e colonizam outra fissura hidrotermal em outro lugar ou eles morrem”, comenta.

“E o que acontece quando elas morrem é que a fissura se torna biologicamente extinta”, diz.

A química marinha Rachel Mills, da Universidade de Southampton, sugere um debate mais amplo sobre a mineração em geral, com o argumento de que todos nós usamos minerais e que as minas em terra são muito maiores do que seria qualquer uma no leito do mar.

Ela fez pesquisas para a Nautilus Minerals, uma empresa canadense que planeja explorar minas nas fissuras hidrotermais na costa da Papua Nova Guiné. “Tudo o que nos cerca, e a maneira como vivemos, depende de fontes minerais, mas não nos perguntamos com frequência de onde eles veem”, afirma.

“Precisamos nos perguntar se há mineração sustentável em terra e se há mineração sustentável no mar. Acho que são as mesmas questões morais que devemos colocar se é nos Andes ou no Mar de Bismarck”, diz.

Esse debate deve crescer mais com a proximidade cada vez maior do início das operações de mineração.

baleia pa o blog 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14



Warning: strtotime() [function.strtotime]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 35

Warning: date() [function.date]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 43

Warning: strtotime() [function.strtotime]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 35

Warning: date() [function.date]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 43

Golfinhos rosas podem desaparecer devido à contaminação e pesca em Hong Kong

Segunda-feira, 06 de Maio de 2013

Fonte: Anda

golfinho-rosa-especie-extinção-pesca

Pesquisadores alertaram nesta segunda-feira que o golfinho-branco chinês, mais conhecido como golfinho rosa por sua cor, corre o risco de desaparecer das águas de Hong Kong se medidas urgentes não forem tomadas contra a contaminação e outras ameaças.

Sua população em Hong Kong caiu de 158 em 2003 para 78 em 2011, com uma nova diminuição prevista para o ano de 2012, afirmou a Sociedade de Conservação dos Golfinhos de Hong Kong.

“Cabe ao governo e a casa cidadão de Hong Kong defender os golfinhos. Corremos o risco de que desapareceram se não tomarmos ações conjuntas”, declarou o presidente da sociedade, Samuel Hung.

Os especialistas consideram que a população desta espécie diminuíram de forma considerável nos últimos anos pela pesca, o aumento do tráfico marítimo, a contaminação da água e o desenvolvimento costeiro.

Os golfinhos brancos chineses, únicos por sua cor rosa, são uma variedade genética do golfinho-corcunda-indopacífico, uma espécie ameaçada, de acordo com a União Internacional para a Conservação da Natureza.

Este mamífero foi a mascote oficial em 1997, quando o Reino Unido devolveu a colônia à China.

baleia pa o blog 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14


Warning: strtotime() [function.strtotime]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 35

Warning: date() [function.date]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 43

Warning: strtotime() [function.strtotime]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 35

Warning: date() [function.date]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 43

Baleias ‘ensinam’ indivíduos da mesma espécie a caçar, diz estudo

Domingo, 28 de Abril de 2013

Fonte: G1

baleia1

Exemplar de baleia-jubarte usa a cauda para aplicar técnica de caça de peixes (Foto: Jennifer Allen/Centro de Baleias de New England/Science)

Estudo publicado nesta quinta-feira (25) na edição online da revista “Science” sugere que um grupo de baleias-jubarte, forçado à adaptação para buscar alimento, desenvolveu uma técnica de caça que foi transmitida para diferentes indivíduos da mesma espécie.

Segundo os cientistas da Universidade St. Andrews, isto teria começado na década de 1980, na região de New England, nos Estados Unidos. Devido ao declínio de peixes arenque na região, alimento favorito desses mamíferos aquáticos, as baleias passaram a empregar uma metodologia que passou a ser utilizada por uma maior quantidade de indivíduos que viviam em uma mesma área.

O método consiste em a jubarte bater de uma a quatro vezes sua cauda na água antes de mergulhar completamente.

O movimento forma uma rede de bolhas de ar na água que, especulam os cientistas, obrigaria os peixes a rumarem para a superfície do mar.

De acordo com o estudo, ao rumarem para a superfície os peixes estariam tentando se afastar das baleias, mas apenas estariam facilitando “o ataque” desses mamíferos.

Transmissão de conhecimento
De 1980 até 2007, observações feitas mostraram que cerca de 280 baleias, de um grupo de 700 animais, passaram a empregar a mesma metodologia para caçar na área próxima ao Santuário Marinho Stellwagen Bank.

O artigo sugere que essas informações comprovam o conceito de aprendizagem em rede dos animais, por meio da observação feita por um espécime. Segundo os pesquisadores envolvidos, a convivência entre indíviduos facilitaria a transmissão.

O estudo compara o método das baleias ao modo de aprendizagem empregado por humanos, que se adaptam a diferentes grupos e regras de convívio social também com a ajuda da observação.

baleia pa o blog 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14



Warning: strtotime() [function.strtotime]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 35

Warning: date() [function.date]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 43

Warning: strtotime() [function.strtotime]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 35

Warning: date() [function.date]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 43

Mais golfinhos aparecem mortos em praias de Lambayeque, Peru

Terça-feira, 16 de Abril de 2013

Fonte: Anda

golfinhos-mortos-Lambayeque-Peru

Nos últimos dias, ao menos 10 golfinhos foram encontrados sem vida nas areias do litoral peruano. (Foto: USI/Referencial)

Seguem aparecendo golfinhos mortos nas praias de Lambayeque, região do Peru. Esta vez na zona de Las Rocas, no distrito de Pimentel, onde pescadores artesanais encontraram um golfinho sem vida já em decomposição.

O presidente da Associação de Pescadores Artesanais de Lambayeque, Francisco Ñiquen, assinalou que nos últimos dias foram encontrados ao menos 10 golfinhos mortos em diferentes praias da região de Lambayeque. Ele disse que, apesar de seu chamado, as autoridades do Instituto Del Mar Del Peru (Imarpe) não compareceram à zona para realizar a avaliação necessária para retirar os corpos dos animais das praias.

Ninguém insistiu na sua teoria de que os animais morrem devido a ondas que produzem os sonares utilizados pelas empresas petrolíferas em suas atividades de exploração.

Mas vale recordar que um estudo feito pelo Imarpe, em fevereiro deste ano, revelou que os 50 lobos-marinhos que morreram em janeiro foram envenenados, ao que parece, por pescadores artesanais. A partir da denúncia, a fiscalização iniciou uma investigação oficial com a finalidade de encontrar os responsáveis pela matança.

baleia pa o blog 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14


Warning: strtotime() [function.strtotime]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 35

Warning: date() [function.date]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 43

Warning: strtotime() [function.strtotime]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 35

Warning: date() [function.date]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 43

Óleo vaza de terminal da Petrobras em São Sebastião, no litoral de SP

Sábado, 06 de Abril de 2013

Fonte: G1

vazaaaaaaa

Funcionários da Petrobras trabalham na contenção e remoção do óleo na Praia Pontal da Cruz, em São Sebastião, litoral norte de São Paulo. (Foto: Acácio Gomes/Imprensa Livre

Um vazamento de óleo em uma das redes do píer do Terminal Aquaviário Almirante Barroso (Tebar), em São Sebastião, atingiu o litoral norte de São Paulo na noite de sexta-feira (5). De acordo com Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), o problema ocorreu em uma válvula, que já foi trocada. A prefeitura emitiu um comunicado alerta os banhistas a evitarem 9 praias da região central e da costa norte da cidade.

Segundo a Capitania dos Portos, não há indícios de que o vazamento tenha afetado as condições de balneabilidade das praias da região. A Delegacia da Capitania dos Portos em São Sebastião informou que ainda não se sabe a quantidade exata de óleo que vazou, mas estima que o vazamento não seja de grandes proporções.

“Aparentemente o vazamento é pequeno. Vai de uma extensão desde o centro da cidade até o bairro São Francisco. Esse trecho, por terra, tem cerca de cinco quilômetros, mas o que há no mar são pequenas manchas de óleo espalhadas nessa extensão”, explicou ao G1 o capitão de fragata Alexandre Motta de Sousa, delegado da Capitania dos Portos.

Ainda de acordo Sousa, a Petrobras realizou as ações de contenção logo que detectou o vazamento, que já foi controlado. Foram lançadas barreiras de contenção e estão sendo utilizados helicópteros na identificação de eventuais manchas de óleo que possam ter escapado desses limites.

“Pelo fato do vazamento ter acontecido à noite, ficou difícil visualizar a extensão no exato momento em que aconteceu, mas hoje a Petrobras está fazendo esse trabalho. A Companhia de Docas também auxilia nesse processo e todos os recursos necessários e disponíveis estão sendo usados no trabalho”, disse.

O delegado da Capitania dos Portos também afirmou que as condições climáticas ajudam o trabalho para remoção do óleo. “Desde o contato com o água já há um prejuízo ao meio ambiente, mas agora é preciso concentrar as atenções para retirar o óleo o quanto antes. E o clima hoje está ajudando, tornando mais fácil remover as manchas”, afirmou.

Outro lado
Por meio de nota, a Transpetro informou que as causas do incidente estão sendo apuradas e que profissionais estão trabalhando para retirar o óleo do mar. Veja a íntegra da nota abaixo:

A Transpetro informa que, por volta das 17h50 desta sexta-feira (05/04), foi detectado um vazamento de combustível marítimo no píer do Terminal Almirante Barroso (Tebar), em São Sebastião (SP). Imediatamente, equipes de contingência foram acionadas e, durante toda a noite e a madrugada, atuaram na contenção do vazamento e na remoção do produto. No local da ocorrência, no entorno do píer, o processo de limpeza esta sendo concluído.

Na manhã deste sábado, os profissionais mobilizados pela Transpetro continuam trabalhando para retirar o óleo que se desprendeu da área atingida e alcançou as praias Deserta, Pontal da Cruz, Ponta do Lavapés e Portal da Olaria, em São Sebastião.

A Transpetro disponibilizou todos os recursos necessários para remover o produto. Neste momento, são 27 embarcações e cerca de 300 pessoas mobilizadas na região.

As causas do incidente estão sendo apuradas. O órgão ambiental foi comunicado e os técnicos acompanham os trabalhos de limpeza.

Primeiro caso
Em 6 de setembro do ano passado, uma carreta da Petrobras tombou na SP-55 (Rodovia Doutor Manuel Hipólito Rego)  e provocou o vazamento de 15 mil litros de óleo diesel. O material chegou ao córrego Canto do Moreira, situado no lado sul da praia de Maresias, também em São Sebastião. O problema interditou um trecho de 800 metros quadrados da praia para os trabalhos de remoção do óleo.

Cinco dias depois do acidente, a Petrobras e a Cooperativa de Transportes Rodoviários do ABC foram multadas pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) em R$ 92.218,44, cada uma. O valor da multa correspondia a 5.001 Unidades Fiscais do Estado de São Paulo.

baleia pa o blog 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14


Warning: strtotime() [function.strtotime]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 35

Warning: date() [function.date]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 43

Warning: strtotime() [function.strtotime]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 35

Warning: date() [function.date]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 43

Mais de 2 mil tartarugas marinhas morrem em um ano no México

Domingo, 31 de Março de 2013

Fonte: Anda

tarta

Peritos internacionais alertaram hoje o Presidente mexicano para a “elevada mortalidade” de tartarugas marinhas nas costas da Baixa Califórnia do Sul, avisando que só em um ano, morreram mais de 2 mil animais.

Algumas espécies de tartarugas encontram-se seriamente ameaçadas, situação que se tem agravado com mortalidade por causa da pesca.

O Centro Mexicano do Direito Animal indicou que o Grupo de Especialistas em Tartarugas Marinhas enviou uma carta ao Presidente Peña Nieto, advertindo que as taxas de mortalidade de tartarugas nesta zona são das mais elevadas do mundo.

Em comunicado, o centro refere que, só durante o ano de 2012, morreram mais de 2mil tartarugas marinhas, o que representa um aumento de 600% em relação aos níveis habituais naquela zona.

Na carta, os peritos pediram ao Presidente mexicano para que interfira junto dos pescadores, apontados como parte do problema, para que assumam práticas ecologicamente sustentáveis.

“O Centro Mexicano do Direito Animal exige que as autoridades ambientais acolham as recomendações da comunidade científica, dando uma proteção real à população de tartarugas”, assinalam os especialistas.

baleia pa o blog 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14


Warning: strtotime() [function.strtotime]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 35

Warning: date() [function.date]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 43

Warning: strtotime() [function.strtotime]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 35

Warning: date() [function.date]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 43

Grupo de golfinhos salva mulher e seu cão na Austrália

Quinta-feira, 28 de Março de 2013

Fonte: Divemag

Uma mulher que caiu no mar de um penhasco ao tentar resgatar seu cachorro disse que um grupo de golfinhos salvou sua vida e a de seu cão.

O resgate milagroso ocorreu em uma praia rochosa em Carrickalinga no Sul da Austrália. De acordo com o canal de notícias Perth 7, Karyn Gitsham estava fazendo sua caminhada matinal com seus dois cães, quando Ramsey, uma Cocker de 5 anos de idade, começou a ter problemas.

Ramsey estava nadando atrás de gaivotas ao longo da costa, e não conseguia voltar a terra. Karyn, uma policial aposentada, seguiu ao longo do penhasco rochoso tentando manter seu cão a vista, quando perdeu o equilíbrio e caiu na água.

“Eu só me lembro de estar caindo e as ondas estavam me jogando contra as rochas”.

Tanto ela quanto Ramsey estavam lutando com as ondas quando uma ajuda inesperada chegou. “Eu me lembro de ver uma barbatana, e pensei ‘Oh, ótimo, é um tubarão.” E então eu vi outra barbatana e percebi que eram golfinhos. Estes golfinhos fizeram uma formação em arco e empurraram o cão para fora da água”.

Depois de ajudar Ramsey, Karyn disse que os golfinhos foram até ela e a conduziram até uma pedra grande, de onde conseguiu sair da água.

woman_dog-300x225

baleia pa o blog 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14


Warning: strtotime() [function.strtotime]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 35

Warning: date() [function.date]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 43

Warning: strtotime() [function.strtotime]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 35

Warning: date() [function.date]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 43

Japão encerra caça às baleias este ano devido à intervenção da Sea Shepherd

Sexta-feira, 15 de Março de 2013

Fonte: Anda

nisshin-maru-sea-shepherd-baleias-whale-wars-japão-caça-crueldade

A Agência de Pesca do Japão anunciou a suspensão das atividades baleeiras no oceano Antártico após ataque a dois barcos dos ativistas da Sea Shepherd. Relatos dizem que o confronto ocorreu depois que o grupo em defesa das baleias ordenou que os japoneses se retirassem da área. A Guarda Costeira do Japão afirma que os baleeiros precisaram atacar as embarcações pois elas se aproximaram muito do navio japonês Nisshin Maru enquanto ele era abastecido. O Japão nega os relatos e os ataques aos barcos da Sea Shepherd.

O Instituto Japonês de Pesquisa em Cetáceos, por sua vez, defende que o término das “pesquisas” se deve às dificuldades de reabastecimento dos barcos.

Segundo os ativistas da Sea Shepherd, que todo verão austral bloqueiam de várias formas a frota baleeira, após uma série de ataques violentos entre os baleeiros e os barcos da Sea Shepherd, o navio matadouro Nisshin Maru e outros navios equipados com arpão se distanciaram do território antártico em direção ao oceano Índico.

Neste ano, a “caça científica” realizada pelo Japão matou 75 das 950 baleias que estavam programadas.

“A temporada terminou bem para nós. As condições do tempo continuam a piorar e seria impossível para os japoneses matar mais baleias”, declarou o comandante e fundador da Sea Shepherd, Paul Watson. “Interviemos, lutamos e vencemos.”

Watson não sabe, porém, o que esperar das autoridades australianas com a chegada dos barcos baleeiros japoneses na região de Melbourne. O governo japonês não comentou a afirmação do ativista. O cônsul do Japão em Melbourne, Hidenobu Sobashima, disse que o governo não faz declarações sobre a movimentação dos barcos. Já para o ministro do Meio Ambiente da Austrália, Tony Burke, não é possível saber para onde a frota vai nem se tem intenção de voltar no próximo verão.

Burke lembra apenas que a caça de baleias no oceano Meridional sob o pretexto da pesquisa científica é ilegal e é a base do recurso apresentado pela Austrália e Nova Zelândia à Corte Internacional de Justiça. “Esperamos que esta seja a última vez que eles se comportem desta maneira antes que a Corte emita o seu veredito.”

Nota da Redação: Os baleeiros mais uma vez tentaram distorcer toda a história. Além de caçar animais sencientes e conscientes sob a mentirosa alegação de pesquisa científica (o que também não justificaria a matança de seres inocentes), eles continuam lutando arduamente para tentar esconder ou omitir do mundo o que fazem em alto-mar. O Japão parou sua temporada de caça este ano devido à falta de combustível que não foi reabastecido exatamente em razão das intervenções da Sea Shepherd, que bloqueou o reabastecimento ilegal de toda frota baleeira em águas da Antártida. Graças a essas ações muitos desses enormes e belos mamíferos marinhos estão nadando livremente agora.
baleia pa o blog 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14


Warning: strtotime() [function.strtotime]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 35

Warning: date() [function.date]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 43

Warning: strtotime() [function.strtotime]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 35

Warning: date() [function.date]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 43

Governo brasileiro proíbe pesca de espécie de tubarão ameaçada

Quinta-feira, 14 de Março de 2013

Fonte: G1

galhabranca

Tubarão da espécie galha-branca-oceânico é visto acima de peixes-piloto em recife do Mar Vermelho, no Egito, em imagem feita no dia 5 de novembro de 2003 (Foto: Thomas Ehrensperger/Creative Commons)

Os ministérios do Meio Ambiente e da Pesca e Aquicultura proíbem a pesca, o armazenamento, o transporte e a venda do tubarão galha-branca-oceânico (Carcharhinus longimanus) em todo o território nacional. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira (13).

O animal está na lista de espécies aquáticas ameaçadas de extinção elaborada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Segundo o governo, os tubarões capturados de forma acidental deverão, obrigatoriamente, ser devolvidos inteiros ao mar, vivos ou mortos. Além disso, os mapas de bordo das embarcações deverão constar o registro dos galhas-brancas capturados e devolvidos.

A proibição, porém, não se aplica a capturas de tubarões destinados a pesquisas científicas, desde que devidamente autorizadas pelo órgão ambiental competente, segundo o texto do DOU.

As embarcações, os pescadores – profissionais ou amadores – e as indústrias de pesca que desobedecerem à decisão ficarão sujeitos a sanções e terão cancelados seus cadastros, autorizações, inscrições, licenças, permissões ou registros de atividade.

baleia pa o blog 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14


Warning: strtotime() [function.strtotime]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 35

Warning: date() [function.date]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 43

Warning: strtotime() [function.strtotime]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 35

Warning: date() [function.date]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 43

100 milhões de tubarões são mortos anualmente

Quarta-feira, 06 de Março de 2013

Fonte: Divemag

DeadSharks_TimWatters_Sea-Shepherd

Foto: Tim Watters / Sea Shepherd

O jornal the Marine Police publicou um documento que tenta dar um up-to-date e reavaliação científica do número de tubarões que são capturados a cada ano. Este número tem estado em disputa por algum tempo, mas o novo estudo parece afirmar que o número de tubarões mortos é de cerca de 100 milhões por ano. A grande maioria destes animais são capturados para satisfazer a demanda de sopa de barbatana de tubarão. A conferência da CITES, que começa amanhã em Bangkok vai discutir a adição de cinco espécies de tubarão à sua lista de ameaçados de extinção.

O Estudo:

“Estima-se a captura global e mortalidade dos tubarões pelo desembarques documentado, mas não as devoluções, onde as barbatanas são removidas e o tubarão, é jogado na água novamente. Estão sendo estimadas em 1,44 milhões de toneladas para o ano de 2000 e, apenas um pouco menos em 2010 (1,41 milhões de toneladas). Com base na análise de pesos médios de tubarão, isso se traduz em uma estimativa de mortalidade total anual de cerca de 100 milhões de tubarões em 2000, e cerca de 97 milhões de tubarões em 2010, com uma gama completa de possíveis valores entre 63 e 273 milhões de tubarões por ano. ”

Esse nível de consumo é considerado insustentável.

baleia pa o blog 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14

WordPress Themes