Warning: strtotime() [function.strtotime]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 35

Warning: date() [function.date]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 43

Warning: strtotime() [function.strtotime]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 35

Warning: date() [function.date]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 43

EVENTOS 29-30 DE MAIO – RJ(CAPITAL) e SP (SANTOS)

No final de semana do dia 29/05, sábado, comemorando o Dia Mundial do Meio Ambiente diversas ações dos núcleos do Rio de Janeiro e de São Paulo marcarão este dia. Estes dois núcleos da SEA SHEPHERD terão atividades neste final de semana, no Rio de Janeiro e em Santos, São Paulo.

RIO DE JANEIRO

O núcleo Sea Shepherd RJ teve o prazer de ser convidado a participar do evento pelo Instituto Aqualung que estará desenvolvendo o projeto Limpeza de Praia – Limpando e Reciclando, que tem como objetivo retirar das praias, o máximo de lixo e microlixo; e conscientizando a população a descartar estes detritos corretamente
O lixo coletado será reaproveitado por Cooperativas e Instituições de Reciclagem,
- As sacolas, luvas e folders educativos serão entregues no momento do Evento.
- Ponto de Encontro: Praia de Ipanema:
Na Pedra do Arpoador (Posto 7), os voluntários caminharão em direção à rua Garcia D´Avila. (Com início às 10 horas e Término às 13 horas)
Contamos com a presença de todos na luta pela preservação do ecossistema marinho!

SÃO PAULO
29-30 de Maio
LOCAL: QUEBRA MAR em Santos a partir das 09:00hs às 17:00hs.

A galera do núcleo paulista estará em Santos neste final de semana, 29 e 30 de maio, para mais uma etapa do TENT BEACH LOCAL MOTION SP CONTEST 2010, campeonato de Surf amador que reúne surfistas de São Paulo capital e do Grande ABCDM.
O objetivo da ação neste campeonato com a educação ambiental é desmistificar a imagem do tubarão como assassino saguinário incutido de forma errada na mente dos surfistas. O tubarão é importante por ser o topo da cadeia e se o eliminarmos dos mares todas as cadeias inferiores irão crescer desordenadamente. Os tubarões da Costa Atlântica vem sendo dizimados cruelmente e se não fizermos nada para impedir que sejam levados aos pratos paulistas logo não teremos mais este animal nos mares.
A galera do núcleo tambem vai ativar o Projeto “ESTAMOS DE OLHO NO MAR” de fiscalização da pesca ilegal cujo objetivo é capacitar equipes em terra e mar para identificar e fiscalizar ações predatórias no litoral brasileiro, através de monitoramento em pontos fixos como o Quebra Mar onde irá ocorrer esta etapa do campeonato.

baleia pa o blog 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14


Warning: strtotime() [function.strtotime]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 35

Warning: date() [function.date]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 43

Warning: strtotime() [function.strtotime]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 35

Warning: date() [function.date]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 43

Fiscais apreendem 3,3 t de barbatana de tubarão em frigorífico no Pará

As barbatanas de tubarão têm alto valor no mercado internacional. Foto - Nelio Palheta - Ibama - Divulgação
As barbatanas de tubarão têm alto valor no mercado internacional. Foto – Nelio Palheta – Ibama – Divulgação

Material em frigorífico estava pronto para ser exportado.
Cada quilo do produto iria ao mercado asiático por R$ 65.

Lucas Frasão
Do Globo Amazônia, em São Paulo

Agentes das divisões de Fauna e Pesca e de Fiscalização de Superintendência do Ibama no Pará apreenderam na tarde desta terça-feira (25), em Belém, cerca de 3,3 toneladas de barbatana de tubarão e mais 2 toneladas de bexiga natatória de outros peixes.

As informações são do coordenador de fiscalização do órgão no estado, Leandro Aranha. De acordo com ele, o material apreendido já estava em fase de processamento para exportação no frigorífico Sigel, cuja licença ambiental permitia a comercialização de uma tonelada do produto por mês.

“Eles estavam vendendo 5 toneladas e pode ter vasão fiscal envolvida”, diz Aranha. A exportadora, que recebeu três multas no valor de R$ 211 mil e responderá criminalmente, também não tinha registro de pesca e certificado de regularidade junto ao Ibama, de acordo com os fiscais.

A barbatana de tubarão tem alto valor no mercado internacional. Segundo Aranha, a nota fiscal apreendida no frigorífico indica o preço de R$ 65 por cada quilo de barbatana. Já as bexigas natatórias custariam entre R$ 21 e R$ 81 o quilo, dependendo da espécie.

A nota fiscal também indicava que o produto seria enviado a um país na Ásia. A barbatana de tubarão é usada, geralmente, na preparação de sopas e medicamentos em países asiáticos.

No Brasil, falta rigor na lei para proteger os tubarões. “A legislação é muito permissiva e a gente precisa intensificar a fiscalização”, diz ele. De acordo com Aranha, os pescadores geralmente cortam a barbatana e jogam o tubarão de volta ao mar, onde eles morrem. “Mas temos muita dificuldade para provar isso”, diz.

Procurada pela reportagem do Globo Amazônia, a Sigel informou por telefone que não vai se manifestar sobre a apreensão.

Material estava pronto para ser exportado. Foto - Nelio Palheta - Ibama - Divulgação
Material estava pronto para ser exportado. Foto – Nelio Palheta – Ibama – Divulgação

FONTE: GLOBO AMAZÔNIA

NOTA DO EDITOR:
Após termos denunciado a prática do uso da carne de Golfinhos para pesca de tubarão, os órgãos governamentais começaram a atuar de forma mais direta neste tipo de pesca.
Com Relação à falta do rigor da lei é uma verdade. Temos uma portaria do IBAMA a 121N que obriga à fiscalização a cobrar e fazer o exame visual e de peso das barbatanas dos animais pescados, que não pode exceder 5% do peso total do animal. Se a fiscalização fizesse seu trabalho, tal tipo de autuação jamais ocorreria!!!!!

baleia pa o blog 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14


Warning: strtotime() [function.strtotime]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 35

Warning: date() [function.date]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 43

Warning: strtotime() [function.strtotime]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 35

Warning: date() [function.date]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 43

Começou nesta madrugada o julgamento de PETE BETHUNE

free pete

Pete Bethune, Capitão do Ady Gil, está sendo julgado em Tókio.
Seu julgamento se iniciou nesta madrugada, 27 de maio, com a presença de uma equipe de defensores japoneses e de advogados da empresa contratada pela Sea Shepherd, HARRIS & MOURE.

O sócio diretor da Harris & Moure, Steve Dickinson, do escritório Chinês da empresa sediada em Seattle, acompanhará o julgamento de Pete como assistente da defesa e homem de ligação com a sede da Sea Shepherd nos EUA. Dickinson começou sua carreira numa proeminente firma de advocacia japonesa e é fluente no japonês.

PETE UMA BOA SORTE PARA VOCÊ!!!!!!

A Sea Shepherd e toda a tripulação do Steve Irwin pedem a colaboração de todos para dar voz ao dramático caso que envolve a proteção do Santuário Baleeiro Australiano das frotas japonesas na Antártida.

baleia pa o blog 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14


Warning: strtotime() [function.strtotime]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 35

Warning: date() [function.date]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 43

Warning: strtotime() [function.strtotime]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 35

Warning: date() [function.date]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 43

BOB BARKER é abandeirado na HOLANDA

news_100524_1_1_Jolly_Roger_Zeebrief

Finalmente conseguimos uma bandeira de peso para confrontar os japoneses!!!

O Bob Barker, embarcação da Sea Shepherd, foi abandeirado na Holanda.

O governo japonês tentou de diversas maneiras retirar a bandeira holandesa do Steve Irwin sem sucesso e agora sofrem um novo revés na sua causa.

Parabéns ao GOVERNO HOLANDÊS por não ter se ajoelhado ao governo japonês!!!!

100105_Bob_Barker_02_(GL4722)

baleia pa o blog 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14


Warning: strtotime() [function.strtotime]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 35

Warning: date() [function.date]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 43

Warning: strtotime() [function.strtotime]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 35

Warning: date() [function.date]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 43

BRITISH PETROLEUM inicia operação crucial para tentar acabar com vazamento de petróleo no Golfo do México

A empresa British Petroleum (BP) iniciou na tarde desta quarta-feira (26) uma complexa operação para tentar tapar o vazamento de petróleo que já dura cinco semanas no Golfo do México. A operação consiste em injetar lodo no poço e depois tampá-lo com concreto. Se realizada, será a primeira vez que algo do tipo será realizado a 1.500 metros de profundidade.

Se a “sufocação” do poço entrar para a lista de fracassos da BP, o governo dos Estados Unidos pode se ver na obrigação de assumir diretamente os esforços para controlar esse que já é o pior vazamento de óleo na história do país.

O presidente Barack Obama tem ordenado nos últimos dias a assessores que “tampem o maldito buraco”, e na sexta-feira deve ir à costa sul dos EUA pela segunda vez desde o início do vazamento no poço de petróleo, em 20 de abril, causado pela explosão e naufrágio de uma plataforma de exploração, que deixou 11 mortos.

Apesar da irritação com a BP – que admitiu ter cometido o “erro fundamental” de manter a plataforma em operação nas horas subsequentes ao acidente -, o governo depende quase que exclusivamente da tecnologia de águas profundas da empresa para resolver esse problema.

Uma pesquisa da emissora norte-americana CBS divulgada na terça-feira mostrou que 70% dos norte-americanos reprovam a atuação da BP no desastre, enquanto 45% criticam o comportamento do governo Obama.

As ações da BP sofreram nova queda na quarta-feira, de 0,92%, mantendo a tendência registrada desde o acidente, período em que o valor de mercado da companhia na Bolsa de Londres caiu quase US$ 50 bilhões, ou cerca de 25%.

Usando robôs submarinos, os engenheiros da BP pretendem na quarta-feira injetar fluidos pesados (como lama) até a boca do poço, a 1.600 metros de profundidade. É uma manobra (conhecida como “top kill”, algo como “matar por cima”) que nunca foi tentada a tamanha profundidade. Consiste basicamente em “sufocar” o vazamento dentro do poço.

Na terça-feira, os técnicos já fizeram testes com a lama na boca do poço, para avaliar se a pressão poderia danificar mais o poço e aumentar o vazamento.

A BP estima em 60% a 70% as chances de sucesso da operação. Fontes do setor presentes no evento Reuters Global Energy Summit disseram que a manobra é “factível”, com cerca de 50 por cento de chances e pouco risco de agravar o vazamento.

Outras opções cogitadas pela BP seriam a instalação de um novo domo de contenção (dois outros já fracassaram) e a colocação de uma nova válvula de segurança (”blowout preventer”), no lugar da que apresentou defeito e foi incapaz de evitar a explosão da plataforma.

Na véspera da “sufocação” do poço, donos de barcos pesqueiros impossibilitados de trabalhar por causa do óleo se reuniram em Venice, na Louisiana, e tentaram ser otimistas. “Tomara que funcione”, disse Larry Hooper. “Tenho enormes dúvidas, mas espero para caramba que funcione.”

FONTE: UOL
* Com informações da Reuters e AFP

baleia pa o blog 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14


Warning: strtotime() [function.strtotime]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 35

Warning: date() [function.date]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 43

Warning: strtotime() [function.strtotime]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 35

Warning: date() [function.date]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/storage/7/5b/77/seashepherd/public_html/blog/wp-includes/functions.php on line 43

VIVA A MATA 2010 – ISSB – Núcleo SP em defesa da Costa Atlântica

POR:
Carlos Francisco
Coordenador Regional Voluntário – SP
Editor/Fotojornalista – Blogue do ISSB

No VIVA a MATA 2010, um dos eventos ambientalistas mais importantes do Estado de São Paulo o ISSB saiu vitorioso.

Realizamos contatos com ativistas de diversas ONGs de vários estados do País, que após conhecerem os nossos projetos e campanhas, como a Campanha em DEFESA DOs TUBARÕES, elogiaram e muito provavelmente alguns ativistas de ONGs menores devem vir a se tornar replicadores de nossa mensagem alem de se aliar aos nossos projetos e campanhas.

No Brasil possuímos um litoral de grande extensão, um dos maiores do mundo com cerca de 7416Km, o que torna sua fiscalização difícil e custosa, portanto a importância de atrair aliados à nossa causa, futuramente estes podem vir a se tornar NÚCLEOS REGIONAIS sendo absorvidos pela Sea Shepherd, como explica o Capitão Paul Watson em seu livro EARTHFORCE (à venda na loja do ISSB).

São Ativistas do Espírito Santo, Bahia, Pernambuco e mais importante, pessoas e ativistas de Santa Catarina que estão prontos a entrar na luta contra a OSX e seu estaleiro.

De muitos que passaram por lá, cito o Senhor ADDAIR do fórum de mergulho Scuba BR que nos presenteou com 100 camisetas para brindes em eventos onde colocaremos o logo do ISSB junto ao da Scuba BR.

Nosso trabalho em defesa dos tubarões da Costa Atlântica (nome do stand temático que participamos) foi muito elogiado por inúmeras pessoas, inclusive por um dos Fundadores da SOS MATA ATLÂNTICA, Mario Mantovani, que adora e é fã das ações diretas da Sea Shepherd.

Nosso Embaixador do Mar, Erick Wilson, esteve participando da feira tambem e ficou em frente a nosso stand. Mais uma vez a arte dele foi a diversão de Crianças, Jovens e Adultos.

Temos as portas abertas para o VIVA A MATA 2011 e gostaríamos de poder contar com a participação dos outros núcleos, voluntários e filiados, através da confecção de novos BANNERS, envio de ATIVISTAS e o mais importante, CONHECIMENTO!!!

Considero esta feira vitoriosíssima para nossa causa conservacionista!!!

Um grande abraço … e fiquem com as imagens da feira.

voluntário
Lucho, um dos voluntários que viu a chamada da feira no orkut e compareceu. Após ser capacitado fez um belo trabalho!

baleia pa o blog 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14

Petrolífera aceita pagar indenização milionária por vazamento no golfo do México

O petróleo pode afetar ecossistema de áreas como os mangues de LouisianaDAS AGÊNCIAS INTERNACIONAIS

A petrolífera britânica BP (British Petroleum) aceitou pagar uma indenização além de US$ 75 milhões pelo vazamento de óleo no golfo do México causado pela explosão e afundamento há um mês de uma plataforma petrolífera, operada pela companhia.

O secretário do Interior dos Estados Unidos, Ken Salazar, fez o anúncio hoje em entrevista coletiva depois de se reunir com os diretores da BP na sede central da empresa, em Houston.

A multa de US$ 75 milhões é a máxima permitida pela lei americana de desastres ambientais, mas há forte pressão para que a BP pague uma indenização ainda maior –especula-se que todo o custo de limpeza passará da casa dos bilhões de dólares.

Salazar ainda criticou a atuação da petrolífera em relação às dificuldades de conter o vazamento, que já dura 33 dias e ameaça causar um desastre natural e econômico em toda a costa americana banhada pelo golfo do México. Há inclusive a possibilidade de o governo americano assumir o controle desta operação, deixando para a BP a conta desse serviço.

“Estou frustrado com a BP por ela ter sido incapaz de acabar com esse vazamento de óleo e impedir que a poluição se espalhe”, disse Salazar a jornalistas de visitar a sede americana da BP nos Estados Unidos, localizada em Houston (Texas).

“Se acharmos que [a BP] não está fazendo o que deveria estar fazendo, vamos tirá-la [da operação]“, disse Salazar, sem especificar quando isso ocorreria.

Tragédia

O vazamento de óleo no golfo do México começou em 20 de abril, quando uma plataforma de petróleo na região –a maior área produtora dos EUA– explodiu e afundou, deixando 11 mortos.

Estima-se que tenham sido derramados no mar cerca de 20 milhões de litros desde que ocorreu o desastre. Porém, especialistas independentes advertiram que o vazamento pode ser até dez vezes maior que as estimativas atuais.

O óleo já penetrou nas restingas ao redor do delta do Mississipi em forma de petróleo pesado e ameaça o frágil ecossistema da região. Áreas em Estados próximos, como Texas, Alabama, Mississipi e Flórida –o último de forma menos acentuada– também foram atingidas.

FONTE: FOLHA.COM
baleia pa o blog 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14

Japão diz que não abrirá mão de caça científica de baleia

Por: CLAUDIO ANGELO
Editor de Ciência – Folha Online

O governo japonês afirmou que não pretende encerrar seu programa de caça científica de baleias, mesmo que um acordo internacional para regulamentar a captura desses animais seja fechado no mês que vem.
A declaração foi dada pela embaixada japonesa, em resposta a perguntas da Folha.

O país que mais caça baleias no mundo afirmou, no entanto, que está considerando uma proposta para incluir observadores a bordo de sua frota baleeira e realizar exames de DNA nos animais capturados.
O objetivo das medidas é garantir que não haja caça além da quota e que não sejam capturadas espécies ameaçadas, como a baleia-azul (o maior animal que já habitou a Terra), ou cujos estoques não sejam conhecidos em alguns lugares, como a jubarte (espécie que dá “braçadas” no ar quando salta).

A adoção do esquema de vigilância é um dos grandes pontos de um acordo que está sendo negociado e que pode levar à liberação da caça, com limites.

A proposta é do chileno Cristián Maquieira, presidente da CIB (Comissão Internacional da Baleia). Será debatida no fim de junho, na reunião da CIB, em Marrocos, e é foco de negociações diplomáticas intensas.

Ela prevê que a captura de baleias seja liberada por dez anos e estabelece uma quota de captura global de algumas centenas de exemplares por ano.

Um ponto polêmico é dar ao Japão uma quota de 400 baleias minke ao ano na Antártida, que se reduziria a 200 após cinco anos. Hoje, o oceano Austral é oficialmente um santuário de baleias, mas o Japão se permite caçar 900 animais ao ano ali, sob a desculpa de “pesquisa científica” relatada à CIB.

Trata-se de uma forma que o país encontrou de driblar a moratória imposta pela CIB à caça comercial em 1986, denunciada ano após ano por vários países – o Brasil, inclusive – como caça comercial disfarçada. A carne de baleia do programa “científico” abastece restaurantes e mercados no país.

O acordo proposto por Manquieira prevê a eliminação, pelos seus dez anos de vigência, de “caça à baleia determinada unilateralmente sob permissão especial, objeções e reservas”.

A formulação tem três endereços certos: “permissão especial” é o caso da caça japonesa; “objeções”, da caça islandesa; e “reservas”, da Noruega, segundo maior caçador _que mata metade do número de baleias que o Japão mata.

“O Japão não tem tal ideia”, afirmou a embaixada, questionada sobre se o país consideraria pôr fim à pesquisa letal.

Segundo o governo japonês, a caça no oceano Austral e no Pacífico Norte acontece para “atender a objetivos científicos, como remover incertezas em torno dos dados científicos em relação aos recursos baleeiros, mas não para atender à demanda por carne”.

Pressão total

Japão tem motivos para considerar a proposta de Maquieira: poucas vezes o país esteve sob pressão internacional tão forte para largar seu hábito de comer cetáceos.

A frota baleeira japonesa tem sido perseguida em águas antárticas pela ONG Sea Shepherd, que neste verão conseguiu impedir que ela cumprisse sua quota de captura. O embate levou à prisão de um ativista, que será julgado no Japão.

O governo da Austrália ameaçou neste ano adotar medidas legais contra o Japão caso o país não acabe com seu programa de caça científica.

Por fim, até Hollywood se engajou: neste ano, o Oscar de melhor documentário foi para o filme “A Enseada”, de 2009, que denuncia o massacre de golfinhos no país. Para a embaixada, “o governo japonês não está em posição de dizer se ele teve ou não impacto negativo sobre a sociedade japonesa”.

baleia pa o blog 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14

Bhagavad Gitã, Dharma e Sea Shepherd

Por Vicente Morisson, instrutor de Yoga (SP) e surfista – http://www.nilakantha.com.br/

A Bhagavad Gītā faz parte do épico mais importante da Índia, o Mahābhārata. Esse texto com mais de 5.000 anos é estudado até hoje, pois aborda questões como as limitações fundamentais do ser humano, como o sofrimento, a morte e a ignorância.

A história tem seu ápice quando no meio do campo de batalha, antes de iniciar a guerra, o guerreiro Arjuna se dá conta que irá lutar contra alguns de seus parentes e amigos. Confuso, ele pensa em desistir, mas ao final pede ajuda a Krishna, o condutor da carruagem. Naquele momento inicia-se o diálogo entre o mestre Krishna e o discípulo Arjuna aonde o Yoga é ensinado. Ao final desse dialogo, Arjuna entende que lutar nessa guerra, que havia tentado evitar de várias maneiras, era a única alternativa que lhe restava para defender o dharma.

O que é dharma?

Dharma etimologicamente significa “aquilo que aglutina, que mantém unido”. Dentre os diversos significados, o termo aponta para a idéia de ordem, lei, dever, virtude, bem comum, ética e conduta. Está inserido no sentido de preservar, manter a coesão entre as pessoas e as coisas, fazer aquilo que nos cabe, dar a nossa contribuição ao mundo.

A Bhagavad Gītā está inserida dentro do conhecimento do Vedānta. Esse estudo não está distante das nossas próprias questões a serem resolvidas. Somente através da prática do dharma é que temos a condição de reconhecer que a nossa natureza não está separada do que está nossa volta. Para isso, a ética do bom senso é indispensável, não fazer aos demais o que não gostaríamos que fizessem a nós mesmos, já que para toda ação existe um resultado.

Aproveitando esse exemplo gostaria de divulgar um grandioso trabalho de pessoas que estão arriscando suas próprias vidas nos mares do mundo a fora, o da Sea Shepherd.

A Sea Shepherd Conservation Society é uma organização não governamental sem fins lucrativos e foi oficialmente fundada no estado de Oregon, nos EUA, em 1981. Já havia a idéia de sua criação quando o capitão canadense, Paul Watson, fundou a Earth Force Society em Vancouver, no Canadá, em 1977. O objetivo inicial de ambas as organizações era o de proteção e conservação dos mamíferos marinhos, visando, como meta imediata, o fim da caça ilegal às baleias e focas, porém, posteriormente, a Sea Shepherd expandiu sua missão, incluindo toda a vida marítima.

Em 1978, com apoio financeiro de Cleveland Amory, do Fund for Animals, a Sociedade comprou seu primeiro navio, o inglês Westella, e rebatizou-o de Sea Shepherd. Sua primeira missão foi viajar rumo às águas gélidas do Leste do Canadá para interferir na atual matança de filhotes de focas harpa, conhecidas como “casaco branco”. No mesmo ano, a Sea Shepherd perseguiu e abalroou o notório navio baleeiro Sierra num porto português, pondo fim à sua infame carreira de fantasma dos mares.

O sucesso da campanha contra a caça às focas e o abalroamento do Sierra marcaram o início das 160 viagens históricas da Sea Shepherd durante as próximas duas décadas, assumindo um papel de fiscalização e execução de leis internacionais de conservação onde elas não se aplicam em alto-mar.

A Sea Shepherd continua realizando sua missão comprometendo-se com a erradicação da caça ilegal de baleias, contra o assassinato de tubarões para uso de suas barbatanas, a destruição de habitats, os crimes contra a vida marinha e a violação de leis que regem os oceanos.

Muitas pessoas podem criticar essa organização dizendo que há um excesso em suas ações. Contudo, dentro do dharma, a força algumas vezes é necessária quando todas alternativas cabíveis não surgem efeito. É importante ressaltar, que a Sea Shepherd Conservation Society é guiada pela Carta Mundial da Natureza da ONU e é tida como autoridade de agir em detrimento as leis internacionais de conservação. Não se opõe aos baleeiros japoneses ou noruegueses, se opõe aos baleeiros ilegais como é definido nas leis de conservação internacionais. Não se opõe aos caçadores de focas canadenses ou sul-africanos, e sim à matança indiscriminada de focas. Os voluntários da Sea Shepherd vêm do mundo inteiro, incluindo das nações que ela é forçada a se opor como o Japão, Noruega, e Canadá. Conta também com vários institutos Sea Shepherd espalhados pelo mundo inclusive no Brasil (http://seashepherd.org.br/).

O lugar aonde o ensinamento da Bhagavad Gītā acontece é num campo de batalha. Percebemos que o campo de batalha onde as ações da Sea Shepherd acontecem é no mar. Constatamos quantos interesses estão envolvidos para que as autoridades responsáveis por cuidar do meio ambiente marítimo façam vista grossa e o adharma (não-dharma) continue acontecendo. Infelizmente, não estamos sendo capazes de utilizar a discriminação em prol do bem comum. É justamente essa liberdade de escolhas, que nos torna especial em relação aos outros seres vivos, mas não adianta nada quando usamos esse poder em benefício próprio ou de uma minoria.

Om. Que a prosperidade e o bem-estar sejam glorificados.
Que os governantes nos governem com retidão e justiça.
Que a sabedoria e o conhecimento sejam protegidos.
Que todos os seres, em todos os lugares, sejam felizes.
Om, que haja prosperidade para todos.
Que todos vivam em paz, que todos sintam a plenitude.
Que todos estejam bem, que todos sejam felizes.
Que todos estejam livres de doenças.
Que todos vejam o bem, que ninguém sofra.

Parabéns, Sea Shepherd, por longos anos de luta defendendo o que é correto, ajudando a cuidar daquilo que “é nosso”, o mar e os animais que nele habitam!

“Eu me sinto honrado em servir às baleias, golfinhos e focas – e todas as outras criaturas desse planeta. Sua beleza, inteligência, força e espírito têm me inspirado. Esse seres têm conversado comigo e me tocado e eu fui recompensado com a amizade de muitos membros de diferentes espécies. Se as baleias sobreviverem e se desenvolverem, se as focas continuarem vivas e dando à luz e se eu puder contribuir para garantir sua prosperidade futura, serei eternamente feliz.” Paul Watson

baleia pa o blog 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14

The Cove (com legendas) em Porto Alegre

llll
The Cove (com legendas)

Lembras do Flipper, o golfinho amigo que parecia estar sempre rindo? Agora precisas conhecer o outro lado da história e uma sensacional luta na defesa desses encantadores animais.

O filme The Cove é dirigido a todas as plateias, em especial a quem tem simpatia pela vida e pela liberdade.

Os animais do mar também precisam de nós.

Antes do filme, curte os curtas.

Local
: Auditório do Banco Central, Porto Alegre, RS.

(Rua 7 de setembro, 586) atrás da Casa de Cultura Mario Quintana.

Data: 27 de maio, quinta-feira, 19 horas.

Grupo pela Abolição do Especismo
www.gaepoa.org

Sociedade Vegetariana Brasileira www.svbpoa.org

baleia pa o blog 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14

WordPress Themes